Hope: Comercial polêmico com Gisele não agrada a Secretaria de Políticas para Mulheres.

13 comentários
 



Hope Ensina: Comercial polêmico com Gisele Bundchen

O novo comercial da Hope está gerando uma grande polêmica. A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) afirma que a campanha publicitária “Hope Ensina”, com Gisele Bundchen, “promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido”.

A Secretaria de Políticas para as Mulheres encaminhou uma nota ao Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (CONAR), pedindo a suspensão da propaganda e manifestando repúdio à campanha. Assista ao vídeo e tire suas conclusões.

Na minha opinião, a publicidade brasileira anda careta e cheia de fórmulas batidas. Só vemos comerciais de varejo congelados e sem tempero, e quando existe qualquer tentativa de inovar aparecem esses argumentos cheios de hipocrisia - se lembram do comercial da vovô das Havaianas? este vídeo foi banido pelo conar. Em qualquer processo de criação (publicidade, música, cinema, literatura, artes…) o excesso do "politicamente correto" impede qualquer criatividade.

Assista os outros vídeos:
- HOPE ENSINA – Bati o seu carro
- HOPE ENSINA – Carão de crédito

13 Comentários e avaliações.

  1. Anônimo diz:

    De fato, a Hope ensina... a ser objeto sexual e a se adequar a um padrão de beleza ditado pelas midias. Mas não adianta proibir. Não é através da censura que muitas mulheres passarão a relfetir sobre seu lugar social.

  2. Bianca diz:

    Estamos falando de uma grife de lingeries! Não entendi o porque de tanto alarde... A questão do apelo ao objeto sexual não é de exclusividade da HOPE. Isso tá estampado em milhares de campanhas publicitarias espalhadas ai no mercado

    A mídia até pode ditar padrões de beleza... mas somos nós que escolhemos se vamos querer se enquadrar a isso ou não

  3. Anônimo diz:

    parece que o povo ta perdendo o tom da piada, de levar as coisas de forma mais descontraída. Tao reclamando pq esse comercial é sexista, mas ta cheio de tranqueira sendo exibida em tv aberta. Tem reality shows como BBB, novelas, comerciais de cerveja e por aí vai.

  4. Unknown diz:

    Olha, só sei que no final essa polêmica só vai servir pra aumentar ainda mais a visibilidade da HOPE no mercado. Realmente, tem muita porcaria sendo exibida na mídia que esse comercial chega ser light.

  5. Anônimo diz:

    não achei certo esse comercial. Tenho filhas e desaprovo esse tipo de mensagem que explora a insinuação do sexo das mulheres e a sua subserviência

  6. Laisiane Matos diz:

    Polêmico, ofensivo e vergonhoso é a legislação que ainda não estabeleceu a equiparação dos salários dos homens e mulheres na mesma função profissional.

    O anúncio da Hope é claramente uma brincadeira que não ofende mulher nenhuma.

  7. Ivy diz:

    Concordo com os comentários que dizem ter coisas muito mais ofensivas por aí. Feminismo é tão ultrapasado quanto o machismo.

  8. Anônimo diz:

    A Secretaria de Políticas para Mulheres deveria se ocupar com coisas mais urgentes e importantes do que ficar se promovendo às custas de um comercial criativo e engraçado. Acho algumas propagandas de cervejas muito mais agressivas.

  9. Adriana diz:

    A Hope e a Gisele que me perdoem, mas tenho senso crítico demais pra achar essa propaganda "engraçadinha", "bonitinha", "inocentezinha". A peça ensina que as mulheres devem se vestir de lingerie para dar notícias ruims (ou, em outras palavras, usar o corpo para obter sucesso) e isso não é tratar-nos como objeto, nem é machismo, nem é sexismo... então tá... Talvez a Dilma devesse usar lingerie pra falar em rede nacional sobre os efeitos da crise econômica. Ou então chamar a Gisele.

    Sou contra o governo querer censurar a propaganda, uma sociedade mais esclarecida poderia dar a resposta merecida. O triste é observar que, pelo número de pessoas, inclusive muitas mulheres, que achou tudo normal, nosso Brasil ainda engatinha nesses aspectos.

  10. Luísa diz:

    Quanto drama por absolutamente nada! Pelo amor, tenham senso de humor. É só uma piada, vão arranjar o que fazer!! Estão fazendo piada sobre usar o charme para dar uma má noticia ao marido/namorado. O que que tem de mal nisso?

  11. Anônimo diz:

    Quanto drama! Essa ministra não tem o que fazer? Só pelo fato dela ser gorda e mal amada não é motivo para ela impedir os que são de aparecer.

    Se achou ruim então entra em forma academia existe para isso...

    Procura uma ocupação útil ao invés de gastar o dinheiro do povo com besteira.

  12. Anônimo diz:

    tambem nao gostei mas esse e o nosso BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

  13. Anônimo diz:

    Acho que o que se deve questionar é a falta de inteligência e criatividade de quem fez a propaganda.Nem precisava ter uma pessoa famosa,investido nela...deveriam sim ter investido na agência de publicidade....na agência que, com pessoas comuns, com menos gasto, fizesse algo mais interessante.

Participe! Deixe seu comentário