Como escolher (e usar) a Base para Pele? Liquida, em pó, compacta e outras.

3 comentários
 



A base é uma amiga indispensável na hora de uniformizar a pele quando se quer chegar a uma maquiagem perfeita, pois com ela é possível esconder manchas e pequenas imperfeições com precisão.

O correto é investir em produtos de qualidade, mesmo sendo mais caros, eles duram bem mais e oferecem uma melhor cobertura. Na hora da escolha nada de testar produto no dorso da mão, o correto é testá-la no colo ou no rosto mesmo, afinal são esses locais que devem ficar com a cor coerente, e procure verificar o tom sob a luz natural, pois a cor pode variar de acordo com a iluminação.

O tom correto é aquele que ao ser espalhado praticamente desaparece, ficando apenas a cobertura que disfarça as imperfeições da pele. E para finalizar, compre o pó e a base da mesma marca, assim a combinação é mais precisa.

Tipos de base - Qual escolher 001
VEJA TAMBÉM:
+ Como se maquiar – Dicas e truques básicos para o dia-a-dia.
+ Maquiagem para Olhos Pequenos – Passo a passo para realçar o olhar.
+ Como usar blush corretamente de acordo com formato de cada rosto.
Tipos de base - Qual escolher 1
Mas qual delas escolher? Vamos conhecer as mais variadas formas e ver qual se adapta melhor com o seu perfil. Confira!
· Ultra fluida: Ela é praticamente transparente, garante um visual bem leve e natural, perfeita para ser usada no dia a dia, mas claro, sendo tão mais leve, a cobertura é bem mais baixa, então é indicada para pessoas com pele com poucas manchas e pequenas imperfeições.
· Em bastão: Este tipo de base é bem prática, fácil de aplicar e oferece uma boa cobertura, porém, normalmente ele costuma ser um pouco oleosa, o que para alguns tipos de pele pode ser um inconveniente.
· Compacta: Costuma ficar bem natural, mas por ser mais densa é indicada que se aplique com muita cautela, ainda mais quando usar a esponjinha, talvez com o pincel fique melhor, mas é necessário aplicar com cautela da mesma forma.
· Liquida: A mais fácil de aplicar, geralmente quando bem espalhada confere um resultado final muito eficiente e natural, o pincel é mais indicado, pois controla bem a distribuição do produto. Se você tiver a pele oleosa prefira bases oil free.
· Em pó: Possui uma cobertura maior do que a compacta, perfeita para as peles oleosas, e ficam ainda mais bem acabadas na versão mineral e oil free. Para controlar a quantidade basta que se use um pincel de base umedecido, assim evita excessos e desperdícios do pó que costuma cair um pouco.
· Creme em pó ou duo-base: De cobertura densa e pesada, indicada para mulheres com a pele com muitas imperfeições, durante o dia deve ser usada com muita cautela, e quando aplicá-la use um pincel ou esponja umedecida em água termal.
· Pancake: Há quem goste, mas é muito pesada, estilo argamassa mesmo, ela reúne base e pó em um só produto, pouco indicada.
 
Bom, esse guia foi feito para ajudar a escolher a base correta para você, ou mesmo a que mais lhe agradar. E como já sabemos, acertar na escolha vai garantir que o restante do visual fique impecável. Lembre, a base é a base de tudo, literalmente!

Aproveitando o assunto, vale a pena conferir também o vídeo abaixo. A Paola Gavazzi, blogueira do Truques de Maquiagem, apresenta de uma forma bem divertida os conceitos básicos para aplicação em qualquer tipo de base. =)

Foto: reprodução
Daniela Baillarini - perfil

3 Comentários e avaliações.

  1. adorei a definição pro pancake: "algo tipo argamassa".
    hahaha.

    adorei o guia. vou salvar nos favoritos!

    http://thehypehipster.blogspot.com

  2. Anônimo diz:

    Bem legal o guia, direto ao ponto.
    (só troca "A quem goste..." por "Há quem goste...")

  3. Obrigada pela dica! =)
    já corrigimos. thanksss

Participe! Deixe seu comentário